Economia Criativa contará com incubadoras em 13 estados

Fonte: Thinkstock

Empreendedores da área de artes visuais, design, moda, audiovisual, música, artesanato, comunicação e tecnologia, entre outras, vão poder contar, até o começo do ano que vem, com apoio para formalizar seus negócios, profissionalizar a gestão, aproximar-se de investidores e entrar para o mercado. Em parceria com o Sebrae, o Ministério da Cultura, por meio do Programa Incubadoras Brasil Criativo, colocou oito incubadoras em funcionamento neste ano e outras cinco devem ser inauguradas nos próximos meses.

Até esta sexta-feira (21), os gestores das incubadoras Brasil Criativo estarão reunidos na sede do Sebrae Nacional para trocar experiências, compartilhar informações e discutir a formação de uma rede de incubadoras, na qual eles possam se comunicar e criar um modelo transversal de atuação junto aos empreendedores criativos. No encontro também será discutido a formatação de modelo de atendimento nas incubadoras.

“As incubadoras são um apoio importante para o fortalecimento da atividade criativa do ponto de vista do empreendedorismo, da formalização e da profissionalização dos negócios. O Brasil é muito rico culturalmente e o segmento é uma grande oportunidade econômica”, afirmou o gerente de Serviços do Sebrae, Juarez de Paula, durante a abertura do encontro.

Espaço de convergência e integração dos empreendimentos criativos, as incubadoras ofertam aos agentes culturais cursos e consultorias, planejamento estratégico, assessoria contábil, jurídica e de comunicação, marketing, elaboração de projetos e captação de recursos, além de acompanhamento contínuo. O modelo oferece ainda balcões de crédito, formação técnica e realização de cursos.

Durante o encontro, os gestores das incubadoras discutirão, por exemplo, a forma de recrutamento dos empreendimentos e o tempo de incubação das empresas selecionadas. Eles também vão participar de um curso da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) sobre como planejar a gestão eficaz de incubadoras e como atrair e selecionar os empreendimentos.

Já estão em funcionamento espaços dedicados para a Economia Criativa no Rio de Janeiro, Pará, Bahia, Rio Grande do Norte, Goiás, Acre, Ceará e em Mato Grosso. Estão previstas para funcionar em 2015 outras cinco incubadoras no Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Distrito Federal.

O secretário de Economia Criativa do MinC, Marcos André Carvalho, afirmou que o ministério está preocupado em qualificar a ocupação das incubadoras e que vai colocar no orçamento de 2015 recursos que garantam o funcionamento das incubadoras até fevereiro de 2016. “Nosso objetivo é fazer uma incubadora por estado e o programa só vai ter sucesso se realmente trabalharmos em rede”, disse.

-

Fonte: Sebrae Nacional

Publicado em Mercado | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

MarketUP na Imprensa (13.11.2014 a 17.11.2014)

A MarketUP foi destaque em alguns veículos importantes da imprensa nacional! Confira as principais matérias veiculadas entre os dias 13 e 17 de novembro deste ano:

Tribuna do Norte/RN – 13/11/2014

Matéria do Jornal Tribuna do Norte, jornal potiguar, dá destaque a participação da MarketUP na Feira do Empreendedor Sebrae/RN. Leia matéria completa no link abaixo:

Tribuna do Norte Online

http://bit.ly/1A87wML

DCI – 17/11/2014

Inserção no Diário do Comércio, Indústria & Serviços, comenta algumas das funcionalidades do ERP MarketUP. Para ler matéria completa, é necessário fazer um cadastro gratuito no site:

Fonte: DCI

http://bit.ly/11z1eI1

Folha de S. Paulo – 17/11/2014

Pauta da Folha de S. Paulo aborda a gratuidade do Sistema de Gestão MarketUP e conta com fala do CEO da Startup, Carlos Azevedo. Confira a matéria completa no link abaixo:

Folha Online

http://bit.ly/1yMMu2l

Gazeta do Povo – 17/11/2014

Importante veículo do Paraná posta conteúdo da Folha de S. Paulo em seu Portal Online. Confira no link abaixo:

Gazeta do Povo Online

http://bit.ly/1viz1lO

Rádio CBN – 17/11/2014

Em entrevista a Rádio CBN, jornalista Gilberto Dimenstein elogia o Sistema de Gestão MarketUP! Confira abaixo:

Fonte: CBN

http://bit.ly/11yosOg

-

Por: Redação MarketUP

Publicado em Documentos e Manuais | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Veja o que muda com o rascunho do Imposto de Renda

Fonte: Thinkstock

Desde o dia 03 de novembro, a Receita Federal disponibilizou um aplicativo para que o contribuinte já possa começar a elaborar um rascunho da declaração IRPF 2015, neste ano de 2014. Apesar do ano já estar no final, será possível inserir as informações tributárias que possuírem, para facilitarem a preenchimento no próximo ano. A partir de 2015, durante todo o ano, quem declara o imposto de renda poderá preencher a declaração à medida que os fatos acontecerem.

“A novidade é bastante interessante, pois, quem gosta de se anteceder poderá já preencher a declaração com os lançamentos, simulando o preenchimento no programa gerador da declaração IRPF (PGD IRPF 2015), que será liberado para os contribuintes só em março de 2015. Lembrando que as informações do Rascunho IRPF poderão ser utilizadas para a declaração de 2015, com uma simples importação de dados”, explica o consultor de imposto de renda da Confirp Consultoria Contábil, Rodrigo Zaparoli de Melo.

O aplicativo da Receita Federal pode ser instalado nos microcomputadores ou nos dispositivos móveis, como smartphone e tablets por meio do novo APP IRPF. “Essa novidade reforça o que sempre informamos aos nossos clientes, de que a declaração não deve ser feita apenas quando abre o período de entrega, mas sim durante todo ano, já possibilitando que se tenha uma prévia de qual melhor tipo de declaração a ser enviada e dos dados a serem inseridos”, explica Zaparoli.

Contudo, o consultor da Confirp alerta que deve haver cuidado nas informações que são inseridas nesse rascunho. “Não se sabe qual será o acesso e utilização da Receita às informações que forem passadas a esse rascunho, assim, quando se meche muito nos dados ou altera fazendo projeções, esses poderão ser considerados pelo governo no futuro”.

Por fim, Zaparoli lembra que a novidade reduzirá as dificuldades, mas ressalta que se deve ter cuidado para não jogar comprovantes foras após a inserção no rascunho. “Continuará sendo fundamental uma análise posterior das informações, assim, é imprescindível a guarda correta dos documentos comprobatórios, o contribuintes devem ter esses disponíveis por, no mínimo seis anos”, finaliza.

-

Fonte: DSOP

Publicado em Legislação | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

10 dicas para aumentar as vendas neste Natal sem investir muito

Fonte: Thinkstock

Apesar da grande retração da economia e a baixa confiança do consumidor, o Natal é a data mais lucrativa do ano para todos os comerciantes e empresários do mundo todo. No entanto, com a diminuição na intenção de compra, os lojistas nesse final de ano terão que se empenhar mais para se destacarem da concorrência e conquistarem os consumidores. Pensando nisso, a Hibou, empresa de pesquisa e monitoramento de mercado em parceria com a Onestart Consultoria, elaborou um ‘top 10’ com dicas para atrair mais os consumidores e aumentar o número de vendas neste final de ano.

1 – Estratégia de marketing e vendas: Um profissional neste momento pode fazer a diferença, ele conhece o consumidor além da sua área de atuação e está sempre atento as melhores oportunidades. Esse olhar visa desenvolver e divulgar as ofertas dessa ocasião festiva nos canais corretos, alinhado a uma análise estratégica sob o ponto de vista do consumidor, poderá fazer toda a diferença. Pense com esse Knowhow e veja isso como investimento.

2 – Pré-vendas Natalinas: Nesse ano, o bom consumidor se planejará para as compras natalinas na tentativa de garantir melhores preços. A valorização da comunicação no PDV com antecedência é uma maneira de lembra-lo de que a data está próxima e atrai-los para a loja. Prepare sua loja agora no começo de Novembro e tenha como exemplo os supermercados, que já estão vendendo panetones desde outubro, isso é uma estratégia de marketing.

3 – A compra começa fora do PDV! A grande maioria dos consumidores passam na frente das lojas e nem se dão conta de onde estão. Gere curiosidade através da decoração na fachada ou vitrines, não precisa exagerar e sim ser criativo – pequenos detalhes para atrair o cliente para dentro, nem que seja para olhar, o importante é que o canal de comunicação seja aberto e este consumidor “acorde” para o desejo de uma necessidade. Daí acontece a venda, por impulso ou necessidade.

4 – Detalhes fazem diferença! – Atenção para todos os detalhes do PDV, cheque itens como iluminação, acesso e pintura. Atenção para deixar a vitrine atrativa e o e-commerce atualizado com as promoções. Sacolas personalizadas, papel de embalagem temáticos, percepção sonora dentro da loja, tudo é válido para encantar o consumidor e driblar a concorrência. Estes detalhes fazem toda a diferença na hora de atrair novos clientes. E se isso for planejado com antecedência para o PDV natalino, a chance de sucesso é maior com um custo mais acessível.

5 – Campanha Natalina: Ao desenvolver uma ação de marketing para o Natal, é muito importante explorar as oportunidades do próprio negócio para vender mais e melhor, como inserir o tema de natal na comunicação da marca, o que deixará seu negócio mais conhecido pela ocasião de “boas festas”. Ações fora do ponto de venda podem alavancar as vendas. Redes sociais, e-mail marketing, mídias segmentadas, disparos de SMS e outras formas de contato com clientes já cadastrados, podem levá-los até sua loja. Vale investir nesses canais com parcimonia, mas é fundamental que todos os canais tenham a mesma mensagem, como por exemplo as promoções sobre os produtos, e levar mesma experiência da loja física, além de entregar ao cliente o que ele espera.

6 – Organize o Estoque: Comprar em maior quantidade para o abastecimento é importante, mas com organização e planejamento logístico, pois a loja estará cheia e ainda precisa manter um bom atendimento. Isso reflete na demora em atender os clientes, o que pode ser desperdiçado por um estoque mal organizado. Um estoque organizado por características de público ou perfil de consumo pode ajudar a identificar com mais rapidez os presentes e gerar um melhor atendimento.

7 – Faça ações promocionais: Vale compras de Natal é sempre uma boa pedida, pois significa alguma vantagem na hora da compra, que pode ser tanto desconto real ou programa de pontos. Criar kits promocionais é prático, ajuda clientes indecisos e pode ser um diferencial na sua loja, oferecem uma margem de lucro melhor por se tratarem de vários itens e a mercadoria parada pode sair também através dessa venda casada – “combo” – em uma promoção.

8 – Equipe: Uma equipe bem preparada, treinada e incentivada fará toda a diferença. É preciso contratar mais funcionários com antecedência, para ter tempo hábil de treiná-los em atender bem. Isso envolve um planejamento com reuniões de alinhamento das instruções sobre os conceitos da loja, metas e comissões diferenciadas, treinamento de perfil de público e adequação de linguagem no atendimento. Atenção no visual dos funcionários. Pronto! Isso é profissional engajado e a loja vende mais. Todos ganham.

9 – Foco: menos é mais: O Natal é uma boa oportunidade para vender mais, mas não compensa sair da sua área de conhecimento do seu cliente, produtos e serviços que você não domina a venda podem prejudicar sua venda tradicional e gerar rejeição a sua marca. Quer inovar com algum produto ou serviço tenha sua equipe bem treinada para atender e pequenas fichas com detalhes técnicos caso seja preciso para que a venda seja transparente e segura para o consumidor. Fidelização vem da entrega consciente, acredite.

10 – O atendimento ao cliente ainda é a melhor propaganda que existe! Nossa última dica de como vender mais no natal é um foco especial no atendimento ao cliente. Um cliente satisfeito e bem atendido volta e recomenda. Isso, claro, deve se fazer presente juntamente em todas as etapas anteriores, e daí o resultado vem. Boas compras e boas festas!

-

Fonte: Desiree Hamuche

Publicado em PME | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Baixe e-Book gratuito e aprenda a fazer bons negócios na internet

Fonte: Sebrae Nacional

Não se trata mais de uma previsão futurista. A internet e os recursos digitais são uma realidade no mercado empresarial. Esta regra é válida não só para grandes companhias, mas também para micros, pequenos e médios negócios. Neste sentido, o pequeno empreendedor precisa saber como lidar com este universo para poder ter sucesso nos negócios.

Pensando nisso, o Sebrae – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – elaborou o e-Book “Internet para pequenos negócios: ferramentas para fazer bons negócios na Internet”, focado em auxiliar o pequeno empreendedor a se inserir no meio digital através de estratégias eficientes.

O material atende a uma necessidade do mercado consumidor brasileiro, afinal de contas, segundo dados do Ibope, mais da metade da população brasileira acessa a internet, o que torna o Brasil o quinto país mais conectado em todo o mundo. Ignorar todo este potencial de consumo dos internautas brasileiros, nada mais é do que reduzir as possibilidades de lucros e crescimento de seu negócio.

Baixe o e-Book do Sebrae e receba dicas de como “ser encontrado” na web, entenda de que forma você poderá utilizar ferramentas de comunicação para fazer negócios, além de conhecer casos de pequenas empresas que conseguiram se dar bem na internet.

Essas e outras informações, úteis para o seu sucesso empresarial na rede mundial de computadores, poderão ser lidas gratuitamente. Para isso, basta fazer o download do e-Book “Internet para pequenos negócios: ferramentas para fazer bons negócios na Internet”, e se preparar para desbravar o ambiente digital com sua empresa!

Clique para fazer o download do e-Book “Internet para pequenos negócios: ferramentas para fazer bons negócios na Internet”.

-

Por: Redação MarketUP

Publicado em Documentos e Manuais, Tecnologia | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Veja o que faz de sua empresa um negócio de sucesso

Fonte: Thinkstock

Os conceitos de negócio ou empresa de sucesso têm sofrido ligeiras transformações em função de contextos econômicos e tendências mundiais. Todos esses conceitos, embora se diferem, produzem a mesma relação de causa-efeito, onde o fim é o lucro. De todas as versões, costumo adotar e compartilhar com meus clientes uma considerada moderna, simples, que resume a essência da relação entre a empresa e o seu criador (proprietário).

Um negócio bem-sucedido é uma empresa rentável que funciona sem o seu dono. Isso porque o dono existe para fazer o seu negócio crescer e prosperar, e não para operá-lo ou administrá-lo; ou ainda, o empresário tem o direito de se ausentar de sua empresa e usufruir dos recursos gerados por ela – na forma de dedicação de mais tempo si mesmo e à sua família ou para a criação de outras oportunidades de negócios.

Se a empresa segue dependendo da capacidade de trabalho, do tempo e da produtividade do seu dono, da obrigatoriedade da sua presença no dia a dia, não é um negócio, mas sim um auto-emprego. Se o proprietário se afasta da operação, muitos assuntos ficam pendentes ou aguardando a sua chegada; se ele retoma a sua rotina na operação, fica sobrecarregado de tal maneira que perde o foco na gestão e no planejamento do seu negócio. A situação fica mais crítica ainda quando nos deparamos com situações onde o dono faz questão de atender pessoalmente determinado cliente ou grupo de clientes.

Há métodos sistemáticos que vão sendo criados e implantados pouco a pouco para que a empresa funcione sem o dono, enquanto ele foca os seus esforços na preparação de equipe e geração do plano de negócio ou estratégia.

Simplesmente não existe tempo para o proprietário estar envolvido em toda a rotina operativa da empresa e ao mesmo tempo supervisionando o seu negócio. Toda empresa começa na forma de auto-emprego para o seu dono, mas pouco a pouco os sistemas ou processos precisam ser desenvolvidos para que seja dada ao negócio uma nova dimensão de desenvolvimento e crescimento.

A empresa não pode “consumir” o seu dono. Ao contrário, existe para servi-lo de modo que ele tenha satisfação com o seu negócio e lucro para reinvestir, investir em outra atividade ou simplesmente usufruir na forma de realizações pessoais.

Portanto, o objetivo de qualquer negócio é construir uma empresa rentável, que funcione sem o dono.

-

Fonte: Marcos Biaggio

Publicado em Gestão | Marcado com , , | Deixe um comentário

MarketUP estará presente na Feira do Empreendedor/RN 2014

Fonte: Sebrae

Dando continuidade a série de encontros que ocorrem com sucesso em todas as regiões do país, o sistema SEBRAE chega a capital do Rio Grande do Norte com a Feira do Empreendedor, evento que se propõe a oferecer orientação empresarial, ideias de negócio para futuros empreendedores e dicas de gestão e inovação para administradores com empresas já ativas no mercado.

A Feira do Empreendedor/RN 2014 ocorrerá na capital potiguar entre os dias 12 e 15 de novembro – das 16h às 22h. O espaço escolhido para receber o evento em Natal foi a Arena das Dunas, palco de jogos da Copa do Mundo e no qual os empreendedores terão acesso a palestras, oficinas, minicursos, filmes, além de poderem trocar experiências com expositores e nomes importantes do mercado empresarial.

Mais uma vez, é uma satisfação para MarketUP participar de uma nova edição da Feira do Empreendedor e levar as PMEs brasileiras nosso sistema de gestão inteiramente gratuito, feito para auxiliar o pequeno e médio empresário no dia-a-dia de seu negócio.

Na Feira do Empreendedor/RN, a MarketUP estará presente com um estande no Espaço Empreendedorismo Digital. Os visitantes do evento também poderão acompanhar uma palestra ministrada pelo coordenador de negócios da MarketUP Brasil, Raphael Augusto. Raphael falará sobre recursos digitais, tecnologia e como estes conceitos podem atuar na melhoria da gestão de um negócio.

Para se inscrever gratuitamente na Feira do Empreendedor/RN e ter acesso a uma série de conteúdos voltados exclusivamente para empreendedores ou futuros empreendedores, acesse: http://www.intelisoft.com.br/sebrae/principal.asp

-

Por: João F. Barros

Publicado em Eventos | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário